26 abr 2018

Educação pública ameaçada pelo governo

Postado por admin em Sem categoria Nenhum comentário

Oferecer uma educação pública digna nunca esteve entre as prioridades de Temer. Por isso, o empréstimo de US$ 250 milhões no Banco Mundial, aprovado pelo Senado, para o MEC (Ministério da Educação) é visto com desconfiança. Especialistas acreditam que o recurso vai beneficiar somente empresários e banqueiros.

Isso porque o dinheiro será destinado, ao longo de cinco anos, a fundações ligadas a empresas e bancos, que coordenarão a “capacitação” de gestores públicos quanto à implementação dos novos currículos que integram o “novo” Ensino Médio. Ou seja, vão ganhar espaço no controle da educação pública por meio do negócio lucrativo que é a privatização do ensino.

Mesmo enfrentando resistência de todos os lados, a reforma do Ensino Médio foi aprovada, por meio de medida provisória, no ano passado. A MP passou sem debate prévio com estudantes, pais, educadores e gestores.

Outro problema urgente na educação também não será sanado: o déficit de escolas de ensino médio. Apenas 52% dos municípios brasileiros possuem unidade escolar.

Deixe um comentário Nome, Email e mensagem são necessários